sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Miss Potter



Ontem eu assisti ao filme Miss Potter. Na verdade eu já havia visto uma vez...

O filme conta um pouco da história da escritora de livros infantis Beatrix Potter. Mostrando alguns de seus desenhos e suas histórias.

É simplesmente um filme encantador! Que vale a pena ser visto (na minha opinião).


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Abriu a torneira entrou pelo cano.


Tive a oportunidade de conhecer os textos de Ignácio de Loyola Brandão quando ainda estava na escola. Uma de suas histórias que sempre tenho em mente é a do homem que entrou pelo cano. Nunca esqueci da frase "Abriu a torneira e entrou pelo cano." . Foi algo que ficou gravado em minha vida. Talvez pelo fato desta simples frase sempre me parecer ser algo tão absurdamente possível.   ;)

O HOMEM QUE ENTROU PELO CANO

Abriu a torneira e entrou pelo cano. A princípio incomodava-o a estreiteza do tubo. Depois se acostumou. E, com a água, foi seguindo. Andou quilômetros. Aqui e ali ouvia barulhos familiares. Vez ou outra, um desvio, era uma secção que terminava em torneira.

Vários dias foi rodando, até que tudo se tornou monótono. O cano por dentro não era interessante.

No primeiro desvio, entrou. Vozes de mulher. Uma criança brincava. Ficou na torneira, à espera de que abrissem. Então percebeu que as engrenagens giravam e caiu numa pia. À sua volta era um branco imenso, uma água límpida. E a cara da menina aparecia redonda e grande, a olhá-lo interessada. Ela gritou:

"Mamãe, tem um homem dentro da pia."

Não obteve resposta. Esperou, tudo quieto. A menina se cansou, abriu o tampão e ele desceu pelo esgoto.

BRANDÃO, Ignácio de Loyola. O homem do furo na mão e outras histórias.
São Paulo : Ática, 1987. p. 25.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Estrela

  Eu tenho uma amiga chamada Raissa Estrela que estuda estrelas. =]
hehehehe
  Conheci Raissa faz algum tempo e a gente já passou por muitas coisas juntas. Já fui dormir na casa dela um montão de vezes, já tivemos altas conversas comendo biscoito nos banquinhos lá do departamento, já almoçamos salgados, já dividimos uma pedra no DoSol (o único lugar que encontramos pra sentar), já rimos muito juntas, já ficamos nos escondendo dos professores lá no departamento, já até fomos pra UFRN iguais (foi assim: no primeiro dia de aula de um dos semestres da vida eu apareci na UFRN com um short branco e uma blusa azul marinho e quando olho pra frente lá estava Raissa com um short branco e uma blusa azul marinho também. kkkk), Raissa já foi lá pra casa experimentar uma macarronada que eu tinha feito (sem carne, lógico!), já isso, já aquilo, é muita coisa para caber nesse espacinho. =]
  Mas Raissa é assim: tem um jeito todo singular de ser e segue umas ideologias que eu acho bem bacanas, mas que acabam me deixando preocupada às vezes. Ela ama os animais, em especial adoraaaa gatos. É a pessoa que eu conheço que sempre acaba tirando as fotos com olhos fechados. ¬¬ auhuahauha 
  Resumindo: Raissa é uma pessoa legal! =D Infelizmente perdemos um pouco de contato nesses últimos anos (cada uma tem sempre alguma coisa pra fazer e muitas vezes acabamos não nos encontrando pra jogar conversa fora =/) Espero que este semestre seja diferente! Espero que possamos nos ver mais, conversar mais, comer mais biscoito, fazer mais brigadeiro e rir muito muitooo mais!
  Saudades da minha amiga Raissa que foi passear lá na Bahia. ^^